Enoque, o oitavo patriarca

“Enoque andou com Deus e desapareceu, porque Deus o levou.” (Gn. 5,24)

Essa é a história de um homem que nasceu, viveu e não morreu. Diz a Escritura Sagrada que Enoque andou com Deus e desapareceu porque Deus o levou. Em algumas traduções diz: “porque Deus o tomou para si”. Por óbvio, a lição é que a intimidade que Enoque tinha com Deus era tamanha, que Deus decidiu tomá-lo para si, levá-lo em vida para o céu.

Também diz a Bíblia, no livro do Gênesis, que Enoque viveu 365 anos e depois desapareceu. Como um sinal de completude dos tempos necessários que um homem precisa viver, tal como os 365 dias de um ano, Enoque cumpriu sua função na terra. Foi menino, jovem, homem, marido, pai, avô e NÃO MORREU, quase como um prenúncio de que a eternidade (através da ressurreição) está tão próxima, tão tangível.

Pela fé Henoc foi arrebatado, sem ter conhecido a morte: e não foi achado, porquanto Deus o arrebatou; mas a Escritura diz que, antes de ser arrebatado, ele tinha agradado a Deus ”  (Hb. 11,5)

Apesar de existirem livros apócrifos que especulam sobre o destino de Enoque, a carta de São Judas esclarece que ele retornará como um aviso solene: “Também Henoc, que foi o oitavo patriarca depois de Adão, profetizou a respeito deles, dizendo: Eis que veio o Senhor entre milhares de seus santos ” (Jd. 1,14) .

O fato preponderante que este texto quer revelar é que o homem que anda com Deus, que teme a Deus, que vive na obediência de seus mandamentos, que apaixonadamente recorre à intimidade dos átrios do SENHOR, não é mais o mesmo, as mudanças ocorrem, pois estar diante de Deus é uma experiência única e que abala as estruturas da vida humana, uma marca eterna, uma conversão. Assim como os discípulos que encontraram a Jesus na estrada para Emaús, que ao ouvir as suas palavras divinas tiveram seus corações aquecidos, não é possível andar com Deus e continuar a ser o mesmo.

O questionamento necessário é feito: Você tem andado com Deus a ponto de desaparecer? O quanto você tem se exposto à presença de Deus no santíssimo sacramento, na leitura das Escrituras Sagradas, na comunhão com os irmãos, nas obras de misericórdia? Você tem andado com Deus e Cristo está aumentando e você diminuindo?

Deixe uma resposta