Homem, você precisa de São José!

São José Guardião da Sagrada Família

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 30 de março de 2017

    […] Também na arte e nas representações plásticas se produziu certa evolução da figura josefina. Durante os primeiros séculos, a arte sempre o representou em sarcófagos e ícones como parte de um conjunto, seja no conjunto da Sagrada Família, seja segurando o Menino Jesus. Somente após o século XVII que será representado de maneira individual, exaltando mais propriamente sua figura mística. À medida que sua pessoa foi tomando protagonismo na Igreja, sua imagem foi rejuvenescendo, passando de ser representado como um débil ancião na gruta de Belém, ao homem jovem e forte, com aproximadamente 40 anos, representado por El Greco no final do séc. XVI. Foi como uma metamorfose, desde a débil figura dos inícios ao forte e vigoroso “Custódio do Redentor” que a Igreja necessitou durante tantos séculos. […]

Deixe uma resposta